Em busca de inspiração e fomento do empreendedorismo com inovação, aceleração de startups e desenvolvimento econômico, nesta semana, um grupo das cidades de Canela e Restinga Seca, Rio Grande do Sul, visitou o laboratório de inovação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo, para conhecer mais sobre os Centros de Inovação e os projetos desenvolvidos pelo governo catarinense, que estão servindo como referência por promover o empreendedorismo, o desenvolvimento de novas vocações regionais, conectando poder público, universidades e iniciativa privada. 

Visita Gaúchos 4

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo (SDS), Lucas Esmeraldino, trata-se de uma oportunidade de compartilhar o modelo de inovação catarinense mas, sobretudo, de aprender com um Estado referência em PD&I, com dezenas de universidades voltadas à inovação, polos tecnológicos, incubadoras empresariais e parques tecnológicos. 

"Momentos como este são ímpares para Santa Catarina aprimorar ainda mais seus conceitos, infraestruturas e metodologias de gestão dos Centros e dos demais ecossistemas de inovação, que dependem da sinergia local, regional e internacional. O sucesso destes Centros, tenho dito, será consequência desta sintonia, integração, que gera resultados e que tem o poder da transformação social", disse Esmeraldino.

Visita Gaúchos 1

Segundo o secretário Municipal da Fazenda e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Canela, Luciano Mello, as práticas desenvolvidas em Santa Catarina estão inspirando projetos e já são referência para outros estados.

“Em Canela, 70% do turismo é o que movimenta a economia. Temos muito o que avançar em novos polos, como a inovação, por exemplo, para que possamos fortalecer a economia através de outros setores. Por isso, viemos buscar conhecimento em cidades referência, como é o caso de Santa Catarina, para levar para a nossa cidade. Tenho a certeza que voltarei para a região da hortênsias falando para o prefeito que visitei um mundo novo. Essa é a verdade. Fiquei impressionado”, frisa Mello, enfatizando que a missão a partir de agora será inovar, adaptado à realidade da região.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Startups, Santa Catarina é o estado com maior proporção de empresas desse tipo no país: uma startup para cada 40 mil habitantes.

“Acredito que o caminho para o sucesso de qualquer organização passa por uma palavra: inovação. E para Santa Catarina, inovar continuará sendo uma das metas, para que o estado permaneça sendo referência e aumente cada vez mais a competitividade. Em nossa visão, a inovação é a fonte para o desenvolvimento econômico catarinense”, destaca o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação, Guilherme Murara, pontuando que, frequentemente, recebem visitas no laboratório de inovação da SDS, para apresentar os projetos desenvolvidos no Estado.

Visita Gaúchos 2

Atualmente, Santa Catarina é reconhecida como polo tecnológico, e a cada novo dia, o ecossistema da tecnologia e inovação não para de crescer. Prova disso é que o setor representa, em média, 5.6% do PIB do Estado.

Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo
Jornalista: Mariane Lidorio
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
Telefone: (48) 3665 2261/ (48) 996011488