Santa Catarina será exemplo de inovação para o Brasil. A informação partiu do Secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTI), Paulo Cesar Rezende de Carvalho Alvim, que representou o Ministro Marcos Pontes, em reunião com o Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Lucas Esmeraldino.

Na oportunidade, reiterou a intenção de apoiar financeiramente o desenvolvimento da Rede de Centros e outros ambientes de inovação catarinense. Nos próximos dias, um projeto técnico será apresentado no MCTI para formatar a conexão dos pontos prioritários e alinhar a contrapartida do Governo de SC neste processo.

A agenda positiva, ocorreu nesta quarta-feira (10), em Brasília, na Esplanada dos Ministérios, e contou com as presenças do Chefe de Gabinete do MCTI, Celestino Todesco, bem como do Secretário Adjunto da SDS, Amandio João da Silva Junior, e do Presidente da Junta Comercia de Santa Catarina (Jucesc), Juliano Chiodelli.

d9285778 5ef2 47b5 86fa bba7038a66b2
Da esquerda para direita: presidente da Jucesc, Juliano Chiodelli; adjunto da SDS, Amandio Junior; secretário MCTI, Paulo  Alvim e secretário da SDS, Lucas Esmeraldino

Grupo de Trabalho
Na semana do dia 23 de abril, o grupo de trabalho, composto por colaboradores da Diretoria de Ciência, Tecnologia e Inovação (DCTI), entre outros parceiros institucionais - que já atuam na elaboração de um Plano de Ação para ajudar a alavancar os Centros e outros ambientes de inovação do Estado - vai a Brasília apresentar oportunidades e possíveis conexões para apoio e aporte financeiro do MCTI, bem como eventuais contrapartidas do Governo catarinense.

Na avaliação do secretário da SDS, Lucas Esmeraldino, embora ainda preliminar, a agenda foi bastante propositiva para Santa Catarina. “A boa notícia é que ouvimos novamente aqui que SC é e será exemplo de modelo de inovação para o País. O MCTI tem pressa, quer nos apoiar e deseja que finalizemos o quanto antes o projeto (e assim faremos), viabilizando recursos para que nosso Estado vire a chave do ecossistema de inovação, sigam em pleno funcionamento e sejam reconhecidos pela excelência de atuação em suas regiões”, disse.

Para o Secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTI), Paulo Cesar Rezende de Carvalho Alvim, “trata-se de uma oportunidade de consolidar os ecossistemas locais, fortalecer o grande ecossistema estadual em SC e fazer do Estado referência para o Brasil.

Saiba mais:

Matéria 9 Centro de Inovação de Lages 1
Centro de Inovação de Lages, foi o primeiro a ser entregue no Estado e já rende bons frutos na Serra Catarinense

Em 2014, Santa Catarina lançou a pedra fundamental com o conceito macro de implantar 13 Centros de Inovação. Nesta etapa, o Governo construiu prédios, criou conceitos e inaugurou duas unidades (Lages e Jaraguá do Sul), financiados pelo Estado em parceria local com prefeituras, universidades e entidades empresariais - Blumenau, Chapecó, Joaçaba, São Bento do Sul, Tubarão e Itajaí ainda estão em fase construção. A Rede também contemplará unidades construídas pelo poder local, em projetos independentes (a exemplo de Videira), Centros elaborados pela iniciativa privada (como Joinville, Florianópolis e Rio do Sul), bem como unidades financiadas pelo Governo do Estado em parceria com o MCTIC (Brusque), em diferentes modalidades de parceria público-privada.

Neste momento, a SDS, além da fase final de elaboração plano de ação, busca recursos para alavancar os ecossistemas no Estado.

Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefone: (48) 3665 2261/ (48) 996961366