A porta de entrada para a exportação coletiva e sustentável, com uso de madeiras de reflorestamento que vai movimentar o setor moveleiro do Sul do Estado, foi aberta com a assinatura do Consórcio CS Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel) de casas pré-fabricadas.

A partir do ato oficial, que ocorreu na noite desta segunda-feira (10), na sede da Associação Comercial e Industrial de Tubarão (Acit), integrantes do Sindicato da Indústria Madeireira e Moveleira de Região (Sindimad), passam a colocar em prática o projeto que partiu do solitário para o solidário e, que tem o objetivo de alavancar o setor industrial dos 18 municípios regionais, demonstrando a força das pequenas e micro empresas.

Representando o apoio do Governo do Estado, o Secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina, Lucas Esmeraldino, esteve presente na solenidade que contou ainda com o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, o vice-presidente regional da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Alexsandro da Cruz Barbosa, o presidente da CS Consórcios da Amurel, Rogério Menegaz, e o presidente da Associação Empresarial de Tubarão, Edson Martins Antônio, além de demais prefeitos da região e autoridades.

ef633c15 6b60 4a01 859a 4ea5f9b4dfed

“Fomos procurados há quase dois meses por esta iniciativa da região da Amurel. O Governo do Estado, como um incentivador e fomento do desenvolvimento econômico, logo apoiou o projeto que demonstra a força das micro e pequena empresas do nosso Estado, inclusive no mercado das exportações e que demonstram sua capacidade de conquistar seu espaço entre as gigantes da indústria. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável apoia iniciativas como esta que geram mais emprego, oportunidades e que trazem dignidade ao cidadão que está na ponta”, destaca o Secretario, Lucas Esmeraldino.

O Consórcio CS Amurel é formado por cinco madeireiras de Tubarão e de Jaguaruna, que se uniram para atuar de forma conjunta na exportação de kits de casas de madeira. A iniciativa contou com o apoio do Sindicato Madeireiro e Moveleiro e do Sebrae/SC, que ofereceu um curso de Internacionalização, abrindo portas para os primeiros mercados na Espanha.

O prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, lembrou ainda que a iniciativa “agrega valor ao produto ecologicamente correto - uma madeira bruta com pouco valor comercial e que não vai contribuir para o desmatamento. “Estamos desenvolvendo um novo modelo de negócio que é o empreendimento coletivo, e não tenho dúvidas que este modelo que o setor madeireiro produziu, vai sim, inspirar outros setores da economia”, destacou.

O vice-presidente regional da Fiesc, Alexsandro da Cruz Barbosa, destacou a oportunidade para as micro e pequenas empresas do setor madeireiro e moveleiro da região. “Nesta região, a grande maioria das empresas, são micro e/ou pequenas e esse consorcio vai propiciar que outras consigam também exportar. Vamos ser um case para a região e vamos alavancar a economia. Hoje em dia tem muitas empresas que exportam kits de madeira nobre, com madeira nativa, somos a única no país”, disse.

Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável
Jornalista: Mônica Foltran
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefone: (48) 3665-2261/ 99696 1366