Foi assinado, nesta segunda-feira, 27, o termo de referência para contratação de consultoria técnica que dará início ao diagnóstico socioambiental e o plano de viabilidade e sustentabilidade econômica do Programa Produtor de Água em São Francisco do Sul. “É na Microbacia do Morro da Palha que se encontra a captação mais importante para abastecimento do município, no Rio Olaria. Com os estudos será possível estabelecer áreas naturais prioritárias, destinadas à conservação e à restauração”, explica o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini.

O Programa Produtor de Água, da Agência Nacional de Águas (ANA), é uma iniciativa que prevê Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) como forma de incentivar a preservação dos recursos hídricos, a redução da erosão e do assoreamento dos mananciais. A ação já existe em São Bento do Sul desde 2010 e, hoje, contempla uma área natural conservada de 453 hectares e inclui araucárias e campos naturais.

O prazo para entrega do estudo é de 10 meses. “A partir do plano, poderemos dar início ao programa em São Francisco do Sul”, revela Chiodini.